PERITO NÃO DEVE USAR DE JURISPRUDÊNCIA NO LAUDO PERICIAL

PERITO NÃO DEVE USAR DE JURISPRUDÊNCIA PARA CONSUBSTANCIAR O LAUDO:

Entender assim é autorizar o perito a extrapolar os limites perscrutáveis da perícia.
Ao Perito é vedado o uso de quaisquer argumentos não técnicos ou opiniões próprias para convencimento do direito postulado pelas partes.
O Laudo Pericial não é peça de defesa ou de contestação, disso a desnecessidade do uso de ferramentas jurídicas de convencimento. Continuar lendo

OS DEZ MANDAMENTOS DO PERITO JUDICIAL DO TRABALHO

tabua-10-mand

O PERITO JUDICIAL DO TRABALHO deve ter consciência e competência para saber dos seus limites e obrigações na realização da Perícia Judicial do Trabalho, em respeito ao parágrafo 2° do artigo 473 do CPC.

E, para que o dispositivo legal, transcrito naquele artigo do código de processo civil seja respeitado pelos experts do juízo,  fui buscar na legislação o que defino como sendo os dez mandamentos que o perito judicial deve obedecer para não cometer o pecado mortal e ter a sua pericia impugnada.

Continuar lendo

APLICAÇÃO DO MÉTODO “DR” NA DOSIMETRIA DE RUÍDO e CALOR NAS PERICIAS JUDICIAIS DO TRABALHO

ruido Stres térmico

Nessa matéria quero mostrar aos Peritos Judiciais do Trabalho e aos futuros peritos e aos assistentes técnicos em pericias judiciais do trabalho a Metodologia – Técnica de Avaliação de Ruído – que está sendo utilizada nas dosimetrias de ruído e de calor nas pericias judiciais de insalubridade.

A Técnica D. R.

Continuar lendo

ART X LAUDO PERICIAL – OBRIGATÓRIO NOS LAUDOS NA JUSTIÇA DO TRABALHO?

Capa Prova Tec Pericial

ART X LAUDO PERICIAL – OBRIGATÓRIA A EMISSÃO DA ART NA ELABORAÇÃO DOS LAUDOS PERICIAIS NA JUSTIÇA DO TRABALHO?

Dias desses um participante do curso de PERICIA JUDICIAL DO TRABALHO em São Paulo me enviou um pedido de impugnação do seu Laudo Pericial de insalubridade em que o advogado da empresa fundamentou o pedido de impugnação do laudo pericial, obviamente desfavorável à empresa reclamada, alegando que o Engenheiro – Perito –  não anexou ao Laudo o comprovante do recolhimento da ART conforme solicitava em um quesito formulado anteriormente às Diligências Periciais.

Continuar lendo