ACGIH – QUANDO PODEMOS USAR NO PPRA – PERÍCIAS JUDICIAIS – LAUDO TÉCNICO

 

QUANDO PODEMOS USAR AS METODOLOGIAS E LIMITES DE TOLERÂNCIA DA ACGIH NO PPRA  E NAS PERÍCIAS JUDICIAIS

No texto que segue vamos entender quando o profissional de SST, Técnico em Segurança do Trabalho, Engenheiros de Segurança e o Médico do Trabalho poderão utilizar os parâmetros da ACGIH ou da NR-15 na elaboração do PPRA, Laudo de Insalubridade e nas Perícias Judiciais do Trabalho Continuar lendo

PPRA NR 09 COMENTADA – PARTE I

 

Nessa Postagem começamos a divulgar – passo a passo – a NR-09 comentada para servir de fonte de consulta para os profissionais Técnicos em Segurança e Engenheiros de Segurança do Trabalho na elaboração do PPRA.

De início apresento algumas dúvidas sobre o PPRA.

No próximo post continuamos com a análise dos primeiros itens da NR-09

Bons Estudos

Clique aqui para o download      PPRA COM_PARTE I.docx

 

Odemiro J B Farias – Zeca Berbes – Advogado Trabalhista e Previdenciário – TST – Professor – autor de obras Jurídicas e em Segurança do Trabalho

CÁLCULO IBUTG – CALOR ARTIFICIAL – CALOR NATURAL – CICLO DE TRABALHO

            

CÁLCULO IBUTG – CALOR ARTIFICIAL – CALOR NATURAL – DEFINIÇÃO DO CICLO DE TRABALHO – QUAL A IMPORTÂNCIA?

Escrevo esse texto diante da dúvida da validade de se usar a metodologia do cálculo do IBUTG para a definição do adicional de insalubridade pela exposição ao calor do sol, por força de uma Orientação Jurisprudencial do TST que entendeu que, por não haver previsão legal de adicional de insalubridade para o calor do sol, aplica-se o disposto no Anexo 3 da NR-15 o que, no meu ponto de vista é um equívoco técnico, pelas razões que passo a expor. Continuar lendo