PERITO NÃO DEVE USAR DE JURISPRUDÊNCIA NO LAUDO PERICIAL

PERITO NÃO DEVE USAR DE JURISPRUDÊNCIA PARA CONSUBSTANCIAR O LAUDO:

Entender assim é autorizar o perito a extrapolar os limites perscrutáveis da perícia.
Ao Perito é vedado o uso de quaisquer argumentos não técnicos ou opiniões próprias para convencimento do direito postulado pelas partes.
O Laudo Pericial não é peça de defesa ou de contestação, disso a desnecessidade do uso de ferramentas jurídicas de convencimento. Continuar lendo